PINCELADAS MISSIONARIAS – MANAUS MONITORANDO/AVALIANDO A MISSÃO

ALAMIS ONLUS > Brasile > PINCELADAS MISSIONARIAS – MANAUS MONITORANDO/AVALIANDO A MISSÃO

PINCELADAS MISSIONARIAS – MANAUS MONITORANDO/AVALIANDO A MISSÃO

Partilha sobre a realidade da região, às vésperas Sínodo da Amazônia, através de rodas de conversa preparamos as comunidades para viverem este grande evento da Igreja Amazônica.

Vivemos em um contexto de  situação migratória de Venezuelanos e indígenas que circundam todo Norte do Brasil, que chegam “deserdados” de seu país com pedido de socorro. Em parceria com a Caritas vamos realizando essa missão desafiadora, com várias ações que vão embelezando a vida e nos provocando para “abrir os braços do coração” para amar, acolher, abraçar. Diante deste chão…  paramos para cantar “Senhor, quanto mais caminho, mais vejo aumentar a estrada…. teus passos irei seguindo a paz vou distribuindo, o mundo evangelizado, será, enfim transformado, em paz e em salvação…”.

Com este olhar de missionarias FILHAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, fomos revendo/redimensionando que a missão apresenta outro publico: os migrantes Venezuelanos e indígenas, localizados aqui bem pertinho de nossa casa. São aproximadamente 300 pessoas com grande numero de crianças.  Nos perguntamos… O que fazer? Esta questão migratória  é um grito novo que surgiu na nossa realidade,  porém com coração  missionário vamos criando estratégiasde “Acolhida de situações emergenciais e gritos da realidade”. Damos o primeiro passo: estar com eles, os migrantes… escutar suas historias, suas dores de terem sido obrigados a deixar sua terra, sua casa, parentes, amigos… E assim estamos fazendo “coisas pequenas, neste pequeno lugar, na certeza de que estamos transformando o mundo”.  

Um dos grandes desafios é aprender a língua em espanhol e entender o povo indígena….. Nos comunicamos com o sorriso, com os gestos…  É bonito ver comunitários doando não somente roupa, comida, mas querendo doar de seu tempo colocando seus dons a serviço de quem mais precisa. Esta é a Igreja em saída.

 É missão integrada com a Pastoral do Migrante, da Criança, Caritas, Ministério Publico. É missão exigente… e bonita se torna quando pessoas abrem seus olhos, coração e ouvidos e com Jesus dizer: “tenho compaixão deste povo, dai-lhes vós mesmos de comer”.  

X